segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Resoluções de ano velho



Hoje, bem cedinho, fui dar o segundo ou terceiro "soneca" no despertador quando reparei na data e pulei da cama, assustado: o ano acabou!

Fui até a cozinha e liguei a cafeteira, lavei o rosto, passei o shampoo de criança nos olhos (recomendação médica (sim, eu tenho receita médica pra shampoo Johnson's Baby), cochilei escovando os dentes, apoiado na parede do banheiro, e só depois do terceiro gole de café, quando tive o primeiro pensamento consciente do dia, me dei conta de que já estava listando resoluções para o Ano Novo.

Sério. Por que a gente faz isso?

Fiquei incomodado a tal ponto que tomei um banho e saí pra dar uma volta, ver gente indo trabalhar, tentar me distrair, ocupar a cabeça. Entrei em uma dessas lojas de café americanas que ninguém gosta, mas vivem cheias, e enquanto esperava na fila, me perguntando o quanto eu realmente precisava daquela caneca térmica toda bonita que eu estava quase comprando, peguei um pedaço da conversa do pessoal à minha frente.

A moça dizia que precisava voltar à forma que tinha antes da gravidez, mas que não adiantava começar nada agora, com os perus de Natal já no forno, mas que janeiro "tá aí pra isso. E você, vai voltar a estudar ano que vem?" Ele ia, pelo jeito. Já tinha pesquisado uma ou outra pós, mas talvez fizesse mais uma faculdade, em uma área diferente. Tinha tempo pra decidir e não queria pensar muito nisso agora, mas do começo do ano não passava.

Talvez eu devesse ficar aliviado ao ver que não era o único, mas não foi bem assim.

Então resolvi fazer logo algumas coisas, aquelas que eu já tinha decidido começar há tempos, mas por algum motivo fiquei enrolando e me peguei empurrando pra depois do Show da Virada. Comprei um par de tênis de corrida, reativei o cursinho de inglês online os estudos parados no 101, liguei no estúdio de tatuagem e abri um dos cadernos e escrevi em letras grandes, no alto de uma página, "Capítulo 1".

Porque se é pra desistir das coisas e não cumprir resoluções, eu vou começar agora.


Tyler Bazz

3 comentários:

M. disse...

ouch! me peguei pensando exatamente a mesma coisa hoje (segunda feira né.. o janeiro dos dias da semana) e seu texto me assustou porque todas as suas resoluções também são minhas (e mais outras trinta e sete, claro). mas o que me assustou mesmo é que também lavo o rosto com johnson's baby... será você meu alter ego? hahahaha
boa sorte nos estudos, na tattoo, na corrida e no livro :)
mto cedo pra desejar feliz 2014?

Tyler Bazz disse...

Acho que é tudo isso que a gente quer mesmo... correr, escrever, tatuar e, principalmente, um shampoo sem lágrimas!

Não sei se é cedo, mas já te desejo um feliz 2014 pq eu posso não aparecer mais por aqui :D

Silvia disse...

Bom voltar por aqui e saber que tem coisa nova :)
Eu ainda acho que 2013 poderia durar mais 3 meses, tem tanta coisa pra fazer.