segunda-feira, 8 de março de 2010

Marcela - O Dia Internacional da Mulher

"Feliz dia internacional da mulher!", eu disse, sorrindo e entregando pra Marcela um bombom que tinha acabado de comprar na padaria, a caminho da casa dela. Achei que ela iria gostar. Também tinha planejado algo para a noite; cinema, jantar em restaurante que me deixaria falido por meses. Ela merecia, e eu era tudo que ela tinha.

"Sério?", ela perguntou, e meu mundo caiu. Fiquei em silêncio, sabendo que ela iria continuar. "Dia internacional da mulher? Vocês, homens, não satisfeitos com os séculos de humilhação que fizeram a gente passar, ainda criaram esse dia-piada. Dia da mulher, né? Os outros são dos homens, certo? O dia em que os direitos, os salários, e o respeito for igual, pode até ser que a gente tenha algo pra comemorar. Hoje, é só um dia para evidenciar a diferença existente."

Deixei o bombom sobre a mesa da sala e saí, decepcionado. Pensei que estaria agradando, mas devia saber que a Marcela teria uma opinião bem forte sobre um dia como esse.

No entanto, lá pelo meio da tarde, ela me ligou. Pediu desculpas, disse que estava de mau-humor, e aceitou o convite para o jantar, deixando o cinema pra outro dia.

À noite, chegávamos bem vestidos a um restaurante italiano. Ela até elogiou meu cabelo. Sentamos, pedimos uma bebida e, quando escolhíamos o que comer, um vendedor de rosas se aproximou de nossa mesa, se dirigindo a mim:

"Uma rosa pra namorada no dia dela, parceiro?"

"Não, cara," respondi, "aqui não tem essa de dia da mulher não."

O vendedor achou melhor nem insistir e saiu. A Marcela ficou me olhando por um momento, com um olhar que misturava decepção, indignação e ódio. Então começou a falar, alto o suficiente para que o lugar todo ouvisse, de como eu era um babaca insensível, que não sabia valorizar uma mulher.

Cinco segundos depois a Marcela já estava fora do restaurante. Não antes, é claro, de jogar vinho na minha cara.


Tyler Bazz

23 comentários:

Natalia Máximo disse...

Graaaande Marcela! Tenho que concordar com ela!

Mari Hauer disse...

Hahahaha... Ah as mulheres... que difícil entendê-las, não?

Mas eu apoio a Marcela! ;P

Varotto disse...

E viva o grande mistério universal!

Mariah disse...

e é de mulher assim que homem anda atrás...dando flor, bombom e tudo mais!

Dama do Lago disse...

Mulheres...nem tenta entender ^_^

Eu adoro ganhar mimos em datas especiais e, sinceramente, não sou fã de discursos feministas.

Viva o nosso dia!!

Beijos

Sil

Marina disse...

Que história de "não entendo as mulheres". Eu não entendo a Marcela. Mulher é simples.

Isadora disse...

A Marcela é única mas, olha, no Dia das Mulheres, ela representou todas nós da maneira mais sincera :)

Rafiki disse...

Ela é sempre assim?

Marcello disse...

O pior é que eu tenho CERTEZA que a Marcela também odiaria receber a rosa.

André disse...

Mulheres...sempre usando os discursos que melhor convêm a elas.
Tão típico...

Gabriel Leite disse...

Olha... Eu era apaixonado pela Marcela, mas ela tá ficando muito escrota. Antes ela fazia algumas coisas encantadoras e outras detestáveis, agora, parece que anda numa TPM dos infernos, né?

Leticia disse...

Justo, digno e memorável. Se ela não te jogasse vinho na cara não seria tão boa de cama.

Jullia A. disse...

Bipolar

Iza disse...

Qualquer coisa a mais ou a menos ficaria medíocre ou exagerado. Gostei.

bjs

Luma Santos disse...

HAHAHAHA
Nós e nossa bipolaridade adorável...
Típico!

Thaís Vidal disse...

Não posso julgar a Marcela...somos assim mesmo hehe

Cristiano Contreiras disse...

parabéns pelo estilo do blog!

Bel Lucyk disse...

Concordo com a Marcela =)

Julia disse...

Adoooooroo!!!

Nadia disse...

Atitude digna do dia internacional da mulher.
xDDD

MarianaMSDias disse...

Ah! Marcela é que era mulher de verdade!

;o)

Ayrton disse...

Caramba, mais uma surpresa bloguista no meu dia!
Nao eh machismo nao, mas comprar umas florezinhas nao ia fazer mal a ela, um agradinho assim nao eh renuncia ao feminismo.
Abraços!

Bonaldi disse...

Sempre q leio algo da Marcela fico tentando achar alguma atriz para interpretá-la! Um dia te falo...