sábado, 25 de abril de 2009

Curta História de Franclin

Franclin - assim escrito na certidão de nascimento - era um menininho de sete anos, preto, pobre e sem pai, que queria ser rapper. Mal pensava em outra coisa, e era quase impossível alguém trocar mais de três palavras com ele sem ouvir: "eu quero fazer rap!"

Andava para cima e para baixo pela favela, só com gente mais velha, com os rimadores do morro, de quem era fã, e vivia tentando arranjar as poucas palavras que conhecia em verso. "Eu quero fazer rap!", falou para um antigo morador da favela, que visitava os antigos amigos após gravar seu primeiro cd. O menininho tinha futuro, disseram os amigos do quase-famoso rapper, e garantiram que ainda se ouviria muito do Franclin se ele não tomasse nenhum rumo errado nessa vida.

Numa tarde bem quente, enquanto Franclin e outras crianças chutavam bola na rua, ouviram-se tiros vindo do alto do morro e logo depois a sirene do carro de polícia, que entrou rápido demais. O menino foi atingido em cheio e morreu na hora.

Poucos minutos depois, um carro de repórter se enfiava devagar no tumulto. A moça se aproximou do pequeno corpo e da poça de sangue. "Eu vou tentar falar com esse menininho aqui, ao vivo. O carro da polícia pegou seu amiguinho? Como você chama?"

Os olhos da criança, ao ver o microfone, brilharam. O menino esqueceu os tiros, as sirenes, o coleguinha morto, e respondeu: "É Franclin. Eu quero fazer rap!"


Tyler Bazz

15 comentários:

Aline disse...

Bem vindo de volta!:)

E quanto aos sotaques, todos são zoados. Depende só da perspectiva!

P! disse...

Nossa, já tava começando a sentir falta de histórias com mortes trágicas/indiferença/hipocrisia.

MaxReinert disse...

Eeeeeeeeeeeeeeee!!!!
welcome back!!!!

Marina disse...

Ahnn... Quem morreu não foi Franclin?

Nadia disse...

Tah... eu fiquei muito achando que o Franclin tinha morrido.

Barbarella disse...

Oi, eu quero ser rica.


Ps: vê se volta de vez logo, tá fazendo falta.

**

Larissa Bohnenberger disse...

E foi assim que o Franclin ficou famoso!
Bjs!

Gabriel Leite disse...

Eu não entendi que morreu e quem deu a entrevista...

P! disse...

Selo pra vc :)

мiмi ' disse...

tbm não entendi quem morreu e quem deu a entrevista...seriam 2 Franclins? oO

gostei daqui, passarei por aqui mais vezes.

;*

Bridget Jones disse...

Rá! Pegadinha do Mallandro!!!!

Bonaldi disse...

Ay carajo !!! Muito bom.....

7Seven7 disse...

Gabriel Leite disse...

Eu não entendi que morreu e quem deu a entrevista...
_____

Meu, não é óbvio?
"O menino foi atingido em cheio e morreu na hora."
Aqui não fala qual menino morreu, foi um menino sem relação nenhuma com história. A única utilidade do menino (na história) é fazer a gente achar que o Franclin morreu, até o último parágrafo.

Varotto disse...

Sei que a essa altura ninguém vai ler o comentário, mas o que eu entendi é que o menino disse que o nome do garoto baleado era:

Franclin Eu Quero Fazer Rap!

Porque ele achava que esse era o nome do garoto, já que ele devia sempre responder "É Franclin. Eu quero fazer rap!",
quando alguém perguntava seu nome.

Varotto disse...

Lendo de novo, vi que meu comentário anterior (que ninguém vai ler mesmo) está completamente furado.