segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Puxão de orelha.

- Você. Um poço de prepotência. Todo experiência fingida e falsa superioridade. Pfff... pseudo-intelectual de infância proletária. Quanta gente você não enganou com essa fantasiosa história de vida, hein? Mas não eu. Aquela criança faminta, que era mal-tratada pelos primos pobres porque foi morar com eles depois que a sua mãe morreu, não existe. Só eu sei da família rica que você teve e que fingiu abandonar na adolescência, quando saiu debaixo do teto, mas não da folha de pagamento. Você diz ter vivido guerras históricas, sobrevivido a elas todas. Mas eu sou o único que pode dizer a verdade. Que você se escondeu embaixo da cama pra não te chamarem quanto a luta era longe; e fugiu pra esse mesmo longe quando as bombas caíam no seu quintal. Você é todo histórias, uma grande figura. Mas você é vazio! E é por isso que não tem ninguém. Você é o centro das atenções numa festa de desconhecidos, e às vezes até consegue levar uma moça pra casa e dar uma trepada. Mas no terceiro encontro suas lendas mirabolantes acabam e você se vê perdido, porque não sabe ouvir! Você é sozinho e infeliz. E nem tente negar e me apontar o dedo enquanto eu falo isso tudo na frente do espelho. Porque eu te conheço melhor que a mim mesmo. Então cala a boca e escuta!


Tyler Bazz

18 comentários:

Marcello disse...

Acho super legal essa coisa do espelho querer sempre nos imitar... Exímio copiador de personalidade, inclusive.
Mas deixa, sou muito mais bonito que o espelho :D

Marina disse...

Quem nunca se condenou por suas próprias atitudes em frente ao espelho, que levante a mão. A sua e a do seu reflexo.

Perfeito esse conto. Tenho um sobre espelho também, desses que você só sabe que é um espelho no final. Mas nunca publiquei. Um dia, quem sabe.

Genial essa de aumentar três zeros aos comentários. Me enganou direitinho e eu ainda estou rindo.

Abraço!

MaxReinert disse...

Medo do Tyler...
muito medo!

Gilgomex™ disse...

Isso poderia ser chamado de... Er... Xeu ver...
Já sei:

AUTO-ESPORRO!!!!!

Rejane Oliveira disse...

O que eu posso dizer desse espelho??

ótimo feedback hein...

apesar de ser cruel...

bjos

A. Lichtenstein disse...

Nossa, realmente, auto-esporro. :/
Cruel, muito cruel.

Anônimo disse...

Não sou o único que me condena, os outros também!

Favoretto, Thais. disse...

Disfarça quando for falar de si mesmo, Tyler.

OIEHUOHIUEOUHIEIHOEUIHE '

Beijopeganopauzinho ;*

Lady Dari disse...

por algun segundos, achei q tu me conhecia e q o sporro era for me.
mas isso soh ateh a parte da trepada... sou hetero, nao levaria moças pra minha casa!

cruel!

Larissa Bohnenberger disse...

Excelente...
Mas, meio dura essa que o 'espelho' te deu, heim?
Rsss! Bjs!

Favoretto, Thais. disse...

Eu não tenho culpa de portar um sorriso inebriante.
Ele gosta mais de mim do que de você! ;P

A. Lichtenstein disse...

Nem é. Eu contei dois palmos pra cima do meu joelho agora, fica ainda um palmo e meio antes da virilha. Perfeitamente decente. Eu achei, pelo menos. :DD

Cyntia Taborda ") disse...

Eiiiee!
passando pra "divulgar" meu blog ;)
iniciante sabee?!hehehe

ta lindoo akii *.*
Adoreii!

Da uma força la? :D
Beijoo

drymartini disse...

opa!

Marcio Sarge disse...

Duvida?

Isso é o que chamam de alto conhecimento?

Henrique disse...

pior de tudo é se auto esporrear e fazer disso como algo grande de forma narcisista sem alterar merda nenhuma do que é concreto, assumir nossos belos papéis e viver nesse mundinho criado, com gosto, de ilusão.

FERNANDO disse...

Transtorno bipolar. Ou ressaca da boa misturada com ressaca moral? :)

Enfim. Lembrei da cena da Nikki, de Heroes, em frente ao espelho falando com a Jéssica. Só que a Nikki é infinitamente mais bonita que você, Tyler.

Abraços!

FERNANDO disse...

Tá bem, tá bem. Quem disse que é você, não é mesmo?

Mas a Nikki ainda é mais bonita.