sexta-feira, 4 de maio de 2007

poeminho 1

Ai, quanta poesia.
Me cercando, por baixo e por cima.
Quanta abstração! Nada concreto.
E cade as rimas?
Poesia sem rima não é poesia.
É poesia sem rima!
Será?
Acho que não, talvez, quem sabe..
Mas eu vou rimando,
até que a minha acabe.


Tyler Bazz
(ouvindo Elvis Costello)

11 comentários:

João Glambriel!!! disse...

Ai.....
que......descronstutivo...
isso me lembra de

Amor é fogo que arde e não se fareja......


huh

Elvis Costello....legal!

Leticia disse...

Sacanagem...

Ju disse...

aiii...

poeMINHOOO!!

xDDDDDDDDDDDDDDDDDD~~~~~~~~~~~~

culín!! kkkkkkkkk

eu morro viu..

=*

Alex Costa disse...

Poesia ser rima é poesia sim!
Bem prá mim é! rsrsrsrs

Valeu por ter visitado meu blog
volte sempre que quiser para visitar o Tapa na Cara

Abração
Alex Costa

Alex Costa disse...

Obs:

Elvis Costello é muito bom!

Alex Costa disse...

Valeu a confirmação meu amigo!

Agora é só Tapa na Cara!
rsrsrsrsrs

Marcelo disse...

ahhh, pelo menos você sabe o que é uma poesia...
huhuhuhu
costello rox

caio arroyo disse...

Elvis costello é otimo, otimo poema , poesia sem rima é rima sim!rs

Pathy disse...

poesia sem rima é posia sim! :)

A_for_Anetta disse...

Poeminho fodinho uahauhauahuahau

Sobre o post anterior: morri x.x Foi lindo demais e se tiver denovo estarei lá (qse morri com Blitzkrieg Bop x.x)

=***

Pathy disse...

Os textos são sobre mim sim, ou pelo menos deveriam ser :P

Sabe, escrevo naqueles momentos em que cada sentimento parece estar explodindo, e depois que passa e leio, parece tudo meio exagerado, hahaha

beijos