terça-feira, 24 de abril de 2007

Herança

Viajava pelo país com a sobrinha que herdou na trágica morte da irmã. Ele, o tio, 30 e poucos anos, bem apessoado, financeiramente garantido pelo resto da vida – era legal mesmo aquela irmã. Ela, a sobrinha, 16 anos, muito bonita mesmo; inteligência, potencial, e um mundo pela frente.

Em todo hotel que paravam, na hora do registro, tinha que ouvir perguntas do tipo “Quem é a garota?”, e enfrentava olhares duvidosos e investigativos o tempo todo. Ninguém acreditava que podiam ser só tio e sobrinha viajando. Todos buscavam alguma paixão ardente, ilegal e imoral entre os dois viajantes.

Um dia ele cansou de olhares e resolveu dizer a verdade. Quando ouviu a velha pergunta sobre a jovem garota, respondeu na hora: “É minha amante. Viajamos por aí gastando, fazendo sexo, e às vezes até roubamos coisas.” Riram. Adoraram a piada. Foi o primeiro fim-de-semana tranqüilo que tiveram.

Então ele escolheu nunca mais mentir... sobre isso.


Tyler Bazz
(ouvindo Sewergrooves)

6 comentários:

Ju disse...

isso foi uma experiencia pessoal?? =xxx kkkkkk
vc era a sobrinha neh?! ¬¬

;*

(e chega d comentarios por hj ¬¬)

Marina (R) disse...

Eu não sei o que comentar. Mas eu gostei! :**

amanda disse...

Que foda!
Você que escreveu esse, Tyler?!
Paguei um pau mesmo.. ;*~

João Glambriel!!! disse...

Sobrinhas.........huummmmmm.....
ainda mais se forem Irlandesas................
Ainda mais se forem fofas e legais.....hummmmmmmm........
Dinheiro...
Hoteis...


Tios...

Thor Croix disse...

Era tudo que as pessoas queriam ouvir para incitar a imaginação com algo mais concreto.

Marcello disse...

Mas, afinal... quem é a garota?!